Insônia

Considerada como a dificuldade para iniciar ou manter o sono, a insônia é um transtorno do sono altamente prevalente, acometendo 40% das pessoas. Além da dificuldade para dormir, ocorrem sintomas diurnos como fadiga, irritabilidade e dificuldade de concentração. Por estes motivos, a insônia é uma das condições crônicas que mais compromete a qualidade de vida, podendo acarretar em outros problemas de saúde. 

A insônia pode ocorrer como um transtorno primário, ou estar associada a depressão, ansiedade, outros transtornos do sono e uso de medicamentos. 

O diagnóstico frequentemente é feito através da consulta médica. Aspectos como idade de início, fatores predisponentes, hábitos de vida devem ser devidamente avaliados. A avaliação por exame de polissonografia está indicada nos casos em que existe suspeita de outros transtornos do sono e nos casos de insônia refratária ao tratamento. 

A base do tratamento de todos os tipos de insônia é a instituição de medidas simples, chamadas de Higiene do Sono. 

Caso a dificuldade para dormir persista, a despeito da adoção dessas medidas, deve-se procurar a atenção médica para a instituição do tratamento específico, a ser determinado de acordo com a causa do problema e os sintomas relatados. 

A utilização de medicamentos para auxiliar o sono deve ser feita de maneira cuidadosa e planejada, já que muitos destes medicamentos podem causar dependência e apresentar efeitos colaterais como sonolência residual durante o dia e alteração de memória e de concentração. 

Além do tratamento medicamentoso, a utilização de técnicas cognitivo-comportamentais específicas é muito eficaz no tratamento das insônias primárias, e auxilia na descontinuação do tratamento medicamentoso. 

Open chat
Olá!
Podemos ate ajudar?